A Importância da Revisão Orçamentária

Fred Zibell Sem classificação Leave a Comment

Com a solidificação da crise econômica causada pela COVID-19 é necessário reavaliar todos os cenários previstos para 2020. Nessa atual situação, como está a revisão orçamentária de sua empresa? Já foi feita? Já iniciou o processo? Caso a resposta seja negativa, então lhe digo que o momento chegou. Mas, fique tranquilo e continue a leitura, pois vamos te dar boas dicas sobre o tema.

A importância de rever tudo aquilo que foi planejado para 2020 é vital. Já temos números realizados suficientes para ver onde eles podem nos levar. Entretanto com as mudanças que irão ocorrer a partir de agora é essencial simular diferentes cenários do que pode apresentar-se no decorrer deste ano.
Encontrando os desvios, sejam eles positivos ou negativos, é primordial justificar as variações nesta linha, sejam elas no volume, no preço ou na variação cambial (caso haja exportação). Quais foram os fatos que comprovaram estas variações? Foram perda de Market Share, seja pela entrada de novos players, produtos importados, mudanças nas políticas públicas e no comportamento dos consumidores?

Detectadas estas variações e as compreendidas, é preciso olhar para frente e se questionar se elas podem se repetir ou se há tendência para entrada de novas variantes que possam interferir no planejamento orçamentário. O mesmo terá que ser feito para as demais linhas do orçamento, seja em custos ou despesas, em investimentos ou financiamentos, pois tudo terá reflexo no resultado planejado.

Hora de rever as estratégias

Para ser mais assertivo nas estratégias chegou o momento de gerar vários cenários. Muitas variáveis foram estabelecidas pelo governo para ajudar as empresas a passar por este momento tão atípico. A maioria neste momento estão vinculadas diretamente a manutenção dos empregos. E assim sendo, de posse destas variáveis, podemos iniciar a construção dos diversos cenários, tais como:

a) Redução da jornada de trabalho
1. Em 20%
2. Em 50%
3. Em 70%

Amparadas pela Medida Provisória 936/20.

Outra MP que nos apresenta algumas opções para inclusão na construção de cenários é a 927/20, tais como:
a) Concessão de férias individuais;
b) Concessão de férias coletivas;
c) Banco de horas;
d) Diferimento do recolhimento do FGTS;
e)Suspensão das atividades por um período de 2 meses direto ou intercalado de 30 + 30 dias, obedecendo o período de calamidade.

Entre outras.

Além dos fatores vinculados diretamente a pessoas, é necessário também rever cada uma das despesas que compõem a estrutura da empresa. Avaliar se cada uma é estritamente necessária para atravessar este momento. Com muitos colaboradores trabalhando em home office, despesas atreladas a este formato devem ser revistas.

Despesas comerciais devem ser reavaliadas, como por exemplo, despesas de viagens. Neste momento devem ser substituídas por videoconferência sempre que for possível. Despesas contratuais devem ser renegociadas com os devidos fornecedores, e algumas, simplesmente cortadas.

Identificados todos os efeitos, é chegado o momento de rever as estratégias, esquecer de algumas e incluir novas. Vale destacar também o envolvimento de toda a equipe que participou do planejamento. Isso faz com que o processo de revisão seja mais rápido e efetivo.

Uma vez definida a estratégia para reverter cada linha que variou de forma negativa, é necessário validar com toda a equipe se o planejamento é factível. A importância está no comprometimento para que, após a comprovação e através de números gerados pela simulação dos cenários, o sucesso seja garantido. Claro que na atual situação estamos sujeitos a muitas variáveis sobre as quais não temos influência, tais como, mudanças no mercado internacional, fatores climáticos, greves, entre outros.

Neste momento, podemos observar o quão importante é ter uma ferramenta que nos auxilie na geração de cenários, que ofereça segurança, integridade e velocidade, que contribua para a tomada de decisões e que se adeque à rota orçamentária de forma consistente.

É válido salientar que normalmente não se altera o orçamento base, mas sim se cria uma versão dele, o chamado Forecast. Aqui no blog já falamos sobre como o Forecast pode ser uma ferramenta estratégica para projeção de cenários. Para conferir, basta clicar aqui.

O tema orçamento está sempre em alta por aqui, pois procuramos formas de contribuir para o atual momento da sua empresa. Recentemente publicamos um conteúdo bem completo sobre orçamento empresarial colaborativo. Já conferiu? Vale a pena a leitura!

Soluções tecnológicas podem te ajudar!

A tecnologia pode auxiliar no momento certo de fazer a revisão orçamentária, apoiando no acompanhamento do orçamento de forma integrada e permitindo uma gestão estratégica. A Handit possui um software de planejamento orçamentário para ajudar empresas e seus gestores com a previsão dos mais diferentes cenários.

fred-blog-handit-plan-orcaFred Zibell
Com mais de 30 anos de vivência em controladoria, acumulou sua experiência como gestor de contabilidade e finanças em empresas multinacionais. Contador, possui especialização em Ciências Contábeis pela Fundação Getúlio Vargas, além de sua expertise na área de tecnologia da informação.

COMPARTILHE ESTE ARTIGO

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *