Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

​​Empresas fortalecem controladorias e apostam em sistemas de planejamento

Organizações têm trocado as planilhas do Excel e anotações manuais por softwares, que garantem informações confiáveis e agilizam tomadas de decisão e orçamentos.

Manter a organização e modernizar os sistemas operacionais de controladorias têm sido práticas de grandes empresas, para obter melhores resultados em negócios. Muitas têm abandonado as planilhas de Excel e controles manuais para adotar softwares especializados. Com dados atualizados e rapidamente acessados, as tomadas de decisões se tornam mais fáceis, assim como o gerenciamento das diversas áreas. 

Um exemplo é a empresa Neogrid, especializada em soluções para Supply Chain Management, com sede em Joinville. A empresa buscou uma forma de integrar todas informações que estavam, com diversos gestores, em planilhas espalhadas. Isto causava um conflito de informações, além de dificultar a elaboração de orçamentos. Ao todo, eram 98 planilhas diferentes. A solução foi adotar um software para planejamento financeiro. Optaram pelo Handit Planning, que fez com demanda que antes durava cerca de 2 horas, agora os dados passaram a ser apresentados em minutos, trazendo muito mais rapidez, agilidade e confiança na informação.

Investir na controladoria é destinar recursos a uma parte extremamente vital de um negócio. Muitas empresas já têm apostado nisso. Esta cultura aumentou a procura por softwares, que são uma importante ferramenta para o planejamento e organização, e ajudam a prever receitas, despesas e investimentos. A empresa de TI Handit Sistemas, com sede em Blumenau, teve um aumento de 70% na demanda por sistemas de planejamento orçamentário no ano passado.
“Nossa metodologia permite manter a cultura orçamentária já existente, migrando a plataforma. Com isso, é possível substituir planilhas em Excel por um sistema que traz mais integridade aos dados, automatização e agilidade”, explica o diretor de negócios na Handit Sistemas, Gabriel Barbieri.
A controladoria é medida em fases, sendo elas operacional, tática e estratégica, essa medida é feita por meio do nível de suporte que ela dá a cada setor e a alta direção da empresa. “Desde sua aparição por volta da década de 90, a controladoria é uma área na empresa que dá suporte para todas as demais áreas. Ela tem como papel fundamental produzir informações que são indispensáveis para a gestão de acordo com o modelo de negócios e a forma de gerir a cultura empresarial de cada negócio”, comenta o contador e professor Roberto Aurélio Merlo.

Adeus às planilhas de Excel
O Grupo Mueller foi um dos que abandonou as planilhas do Excel e adotou um sistema que pudesse centralizar as informações. A ideia foi ter mais agilidade, reduzir o número de informações imprecisas e poder criar cenários e revisões orçamentárias precisas. Eles escolheram o software Handit para planejamento orçamentário. Ao mudar a forma de gerir os dados, o trabalho que levava ao menos três dias, passou a ser feito em minutos. Hoje, cada gestor preenche o seu orçamento, que é consolidado automaticamente. A empresa Hennings, especializada em condução de fluidos, buscou uma forma de obter informações precisas de suas 25 filiais e diversos centros de custos. E atingiu o objetivo ao deixar as planilhas de Excel de lado e adotar um software de planejamento orçamentário, no caso o Handit Planning. Após a utilização, foi possível envolver todos os responsáveis pela elaboração e acompanhamento do orçamento, de maneira participativa e atrativa, principalmente envolvendo os gestores de filiais. Com solução Handit automatizou as informações gerenciais, tornando possível a elaboração do orçamento com um prazo recorde e de forma mais detalhada.

Controladoria é ferramenta essencial para a empresa
Ao trocar um sistema desatualizado, a empresa se torna mais ágil. Merlo faz uma analogia para explicar a importância da controladoria como se fosse os pneus de um automóvel. “Se um dos quatro não estiver em boas condições, o carro sai da estrada. A controladoria, para a empresa, é a mesma coisa”.  Merlo exemplifica o que seria cada pneu. “O primeiro refere-se ao patrimônio, sendo responsável por todos os controles. O segundo está ligado aos três parafusos que seguram o pneu na roda, que é a demonstração de resultados, o fluxo de caixa e o balanço patrimonial. Por isso, os três parafusos têm que estar muito bem ajustados. O terceiro refere-se a um pneu careca, representando o risco tributário, trabalhista, ambiental, operacional de continuidade dos negócios, econômico e financeiro das empresas, sendo a controladoria a responsável por medir isso”, explica. O professor conclui que o quarto precisa ter o tamanho correto, de acordo com as configurações que o fabricante pede. “Imagine um pneu aro 18 com uma roda aro 14? Isso acontece quando a empresa está pagando mais tributos do que deveria, significando de forma geral que aquele negócio não tem uma controladoria para que isso não ocorra”, aponta. 
Sobre a Handit 
A empresa foi fundada em 2015 por Juarez Santos Moyses e Fernando David Moyses, hoje conta com outros três sócios: Lucas Amaral (Desenvolvimento), Rodrigo Busato Sartor (Serviços) e Gabriel Barbieri (Comercial). Com sede em Blumenau (SC),  a Handit atende em todo o Brasil. É especializada em manter a cultura orçamentária das organizações, migrando a plataforma, de maneira totalmente personalizada, integrando aos sistemas de operação do negócio. Com isso, é possível substituir planilhas em Excel por um sistema que traz mais integridade aos dados, automatização e agilidade.

COMPARTILHE ESTE ARTIGO

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Conheça nossos cases de Sucesso

Leia outros artigos