Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

CPM x BI: Entenda a diferença

Muitos sistemas informatizados geram dúvidas por terem – ou aparentarem ter – funções parecidas e semelhanças operacionais. É o que acontece com os sistemas de Bussiness Inteligence (BI) e Corporate Performance Management (CPM). É comum que as pessoas acreditem e tratem os dois como se fossem a mesma ideia. Um dos motivos para a confusão pode ser devido às suas origens, que vêm dos Executive Information System (EIS), criados na década de 1980. Os EIS se tornaram populares quando os computadores começaram a ser usados no mundo corporativo, por exemplo. Podemos encontrar outros termos similares ao CPM como o EPM (Enterprise Performance Management), que já abordamos em post anterior.

Com o passar do tempo e o surgimento de outras necessidades, os softwares foram melhorados e otimizados para atender às novas demandas. De uma forma simplificada, podemos definir que os sistemas de BI fornecem informações sobre o presente e o passado da empresa, já o CPM se preocupa com projeções quanto ao futuro e indicadores.

O que é BI?

Business Intelligence (BI) é um processo de captação de informações para um único banco de dados, que possibilita análises cruzadas para a tomada de decisão, além da criação de gráficos e relatórios. O BI envolve métodos de mineração e extração de diferentes programas e bancos de dados e o resultado é exibido num painel em uma interface (dashboard).

A implementação de uma solução de BI pode oferecer insights sobre as áreas de vendas, marketing, recursos humanos, financeiro, dentre outros. Os dados obtidos informam sobre as movimentações passadas e o que está acontecendo atualmente e as informações podem ser utilizadas para o planejamento.

Usando o exemplo de uma fábrica de sapatos, o BI poderia ser utilizado em diferentes setores: na produção, para verificar quantos pares são produzidos por dia e quais os tipos; no departamento de vendas, poderia verificar quantos são enviados para lojas de diferentes estados.

O que é CPM?

O Corporate Performance Management (CPM) é um conjunto de práticas com o objetivo de melhorar o desempenho de uma empresa por meio da projeção de informações. O sistema também opera com coleta e armazenamento de dados, que são analisados e monitorados por meio de indicadores definidos no planejamento estratégico.

Um software de gestão CPM fornece uma série de recursos, como orçar, planejar, prever, consolidar, gerar relatórios e resultados financeiros, entre outros. Ele também pode ser integrado a sistemas de BI, CRM, ERP, RH e etc. Quando bem planejado e executado, pode promover mudanças positivas na cultura empresarial e profundas melhorias em toda a cadeia da empresa.

Este tipo de sistema é um importante aliado do planejamento estratégico do negócio. Com um software de CPM, a diretoria e o departamento financeiro podem planejar ações futuras com diversas mudanças e versões, adotar uma estratégia e obter um melhor controle das receitas e dos gastos, acompanhando se estão de acordo com o planejamento orçamentário. Também é possível, com a análise de dados, identificar e avaliar riscos, como comprometimento do patrimônio e investimentos ruins, além de também ter a possibilidade de fazer previsões.

E qual é a diferença prática entre CPM e BI?

O BI é uma ferramenta que ajuda a entender o que acontece no negócio e como se desenvolve a empresa. Com o BI, é possível descobrir tendências, por exemplo.. Voltando ao primeiro exemplo – a fábrica de sapatos -, com o BI se descobriria que mocassins marrons são mais comprados por lojas no sul, enquanto os azuis são preferência na região norte.

O CPM trabalha com os indicadores, monitora o progresso. A ferramenta mostra o presente e oferece um direcionamento para o futuro. É possível usar a informação sobre os mocassins para avaliar os riscos e as metas da empresa, de acordo com o planejamento estratégico.

Gabriel Barbieri
Diretor de negócios na Handit Sistema.

 

COMPARTILHE ESTE ARTIGO

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Conheça nossos cases de Sucesso

Leia outros artigos